Especial 20 anos por 20 fãs | Entrevista - #4 Thiago Lopes


O especial ''20 anos por 20 fãs'' tem sido uma verdadeira surpresa para o Universo Croft. Bem mais aceito do que o esperado, a cada semana um novo fã vem mostrar o seu ponto de vista sobre a franquia e isso tem agradado a vocês que nos visitam.

Essa semana, o nosso entrevistado foi o 'Thiago Lopes' do Rio de Janeiro. Ele tem 29 anos e já acompanha a franquia desde seus primórdios e acompanhou toda a transição de Core Design para Crystal Dynamics.

Acompanhe a entrevista dele logo abaixo:


Universo Croft - ''Quando foi que você conheceu a série?''

Thiago Lopes - ''Em 96, antes de ter meu Playstation. Num programa do Multishow. Eu tinha 10 anos e chamava de ‘jogo da mulher que corre na neve’. Claro que quando meu pai comprou o Play 1 o primeiro jogo que tive foi este!''


UC - ''Você é #TeamCore ou #TeamCrystal?''

TL - ''#TeamCore. Os jogos são infinitamente melhores no quesito enredo, surpresas e reviravoltas. Os atuais da Crystal Dynamics possuem gráficos deslumbrantes, mas o jogo partiu pra uma pegada diferente. Jogos rápidos, fáceis e com pouca profundidade.''


UC - ''Entre os jogos clássicos, qual é o seu preferido? E entre os atuais?''

TL - ''O primeiro foi marcante, sem via de dúvidas. O “The Last Revelation” é de longe o meu favorito, por ser todo no Egito, que eu gosto muito. Já dentre os atuais... O Aniversário, embora o reboot não tenha ficado nem aos pés do que eu havia imaginado. Comparando com o remake de Resident Evil (este sim uma grande homenagem ao primeiro jogo). De todos os TR já lançados o único que ainda não joguei foi o “Rise de Tomb Raider”, talvez tenha sido um dos poucos fãs que não ficou desapontado quando ele foi lançado para uma plataforma exclusivamente. Estou sem expectativa nenhuma. Embora os gameplays sejam atrativos, o enredo em si não me conquistou. Sou saudosista.''


UC - ''Gostou da ''nova Lara Croft'' com o reboot de 2013?''

TL - ''Não. Talvez se fosse outro jogo, outra personagem... Ou ainda o mesmo jogo, mas outra personagem... Ok. Mas pra mim aquela não é a Lara. É alguém que usa o nome dela para alavancar vendas... Apenas.''


UC - ''O que você achou da escolha de Alicia Vikander para viver Lara Croft nos cinemas?'' 

TL - ''Bem que podia ser a Angelina Jolie, né?? Rs... Não conheço muito o trabalho dela. Só a vi no Sétimo Filho e no Pegando Fogo. Falavam muito na modelo oficial Camila Luddington e da queen geek atual, Daisy Ridley. Porém pra mim tem que ser alguém desconhecido. Uma atriz britânica, preferencialmente, que não tenha um nome definido para associar a imagem de Lara Croft. Recentemente tive um vislumbre da Lauren Cohan, do Walking Dead. Mas vamos ver como a Alicia vai se sair.''


UC - ''O que você acredita que tenha te atraído na franquia?''

TL - ''Há 20 anos era o que havia de mais inovador. Um jogo em 3 dimensões quando a maioria estava engatinhando. Com gráficos elaborados, enredo intrigante e uma heroína. Na época todos os heróis eram homens e Lara era aquela que poderia ser um páreo duro para os valentões da época. Lembro-me de um amigo fã que uma vez me perguntou ‘o que eu fazia pra ser igual à ela (Lara)’. Ele fazia ginástica olímpica, citou um amigo nosso que estudava arqueologia. Cheguei a conclusão que segui o caminho da escrita, como a personagem. Tanto que me apoderei do sobrenome dela como o meu pseudônimo como escritor.''


UC - “Quer deixar algum recado?''

TL - ''Eu sei que sou daqueles fãs haters/ xiitas que ainda vive nos anos 90, mas pra mim foi a era de ouro dos games. Na atualidade poucos jogos me convencem de como eram antigamente. Vejo que Uncharted bebeu muito de Tomb Raider e hoje é um sucesso. TR por sua vez teve suas inspirações, do próprio Indiana Jones. Este reboot tem claras menções ao Uncharted, tal como outros games de sucesso. Mas vejo que ainda falta ‘alma’. De fazer com que nos importemos com os personagens. E um recado para os desenvolvedores da Crystal Dynamics: um Tomb Raider com a Lara usando trança, duas pistolas, short, coturnos e esteja atrás de algum artefato misterioso. Obrigado.''
Compartilhe no Google Plus

Sobre Audrey Santos

0 comentários:

Postar um comentário